Bill Clinton apoia o combate à SIDA em Moçambique

83 milhões de euros irão ajudar no tratamento de 12 mil doentes

18 julho 2005
  |  Partilhar:

Nos próximos cinco anos a Fundação do antigo presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton, irá contribuir com 83 milhões de euros para um programa de tratamento de anti-retrovirais que irá ajudar cerca de 12 mil doentes, incluindo crianças, afectados pela SIDA.Bill Clinton, chegou a Moçambique no passado Domingo e anunciou que o apoio da Fundação que preside irá será alargado de forma a que 12.000 doentes possam beneficiar de tratamentos anti-retrovirais adequados nos próximos anos. Os fundos da fundação Clinton já ajudam dois mil doentes desde 2002 e o antigo presidente dos EUA afirmou que espera, com este projecto, apoiar o tratamento de 130 mil moçambicanos até 2008.Os tratamentos anti-retrovirais são de baixo custo e fundamentais para ajudar crianças e adultos com SIDA. A Fundação Clinton fornece a 40 países muito afectados por esta doença drogas vitais para tratamento da SIDA e vai dar apoio na abertura de um centro de tratamento pediátrico na cidade da Beira, em Moçambique.Bill Clinton visitará mais seis países africanos (Lesoto, África do Sul, Tanzânia, Ruanda e Quénia) até ao próximo dia 23, num esforço para apoiar a luta destes países na luta contra a SIDA.Fonte: Expresso     

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.