Bial apoia número recorde de investigadores

Duas centenas de cientistas procuram desvendar mistérios de parapsicologia e psicofisiologia

03 março 2005
  |  Partilhar:

 

 

A Fundação Bial atribui este ano um número recorde de bolsas de investigação, apoiando 63 trabalhos de 199 investigadores de 18 países.
 

 

Entre os 63 projectos aprovados pela Fundação Bial, contam-se equipas de instituições como as universidades de Londres, Cambridge e Edimburgo (Reino Unido), e Durham, Harvard e New Jersey (Estados Unidos).
 

 

A Grã-Bretanha é o país que mais propostas entregou, num total de 19, seguindo-se Portugal com 11 e Estados Unidos com dez - havendo ainda projectos da Alemanha, Austrália, Holanda e Rússia, entre outros.
 

 

As bolsas, lançadas em 1994, visam apoiar projectos de investigação na área da psicofisiologia e da parapsicologia, tendo já apoiado, desde a sua criação, 205 trabalhos de 647 cientistas oriundos de 21 países.
 

 

Desde a sua criação, em 1994, as bolsas de investigação Bial têm registado um interesse crescente da comunidade científica, passando das 48 candidaturas entregues na sua primeira edição para as 199 aprovadas em 2005.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.