Bexigas criadas em laboratório

Transplantes estão para breve

18 fevereiro 2002
  |  Partilhar:

O cirurgião norte-americano Anthony Atala planeia realizar o primeiro transplante de uma bexiga fabricada em laboratório a partir de amostras de tecido original, uma estreia em seres humanos.
 

 

Atala, médico do Hospital Pediátrico de Boston, espera receber o parecer favorável dos organismos reguladores para poder proceder ao transplante da bexiga, um procedimento já experimentado em cães.
 

 

Há dois anos, a equipa coordenada por Anthony Atala anunciou que tinha implantado bexigas criadas em laboratório em seis cães. A experiência correu bem e agora a equipa quer partir para a fase final, ou seja, a implantação dos órgãos em humanos.
 

 

Primeiro, os especialistas retiraram amostras de tecido das bexigas dos cães.
 

 

Depois, estas amostras serviram como meio de cultura para células musculares da bexiga e da pele do mesmo órgão. As células cresceram em moldes plásticos concebidos para recriar a forma da bexiga dos cães. E assim nasceram novos órgãos perfeitamente normais.
 

 

Estas bexigas concebidas em laboratório podem ser aplicadas em casos em que os pacientes com problemas graves neste órgão devido a cancro ou infecções graves, segundo o médico, esta técnica nunca substituirá a doação de órgãos
 

 

Fonte: Público
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.