Beijo pode transmitir hepatite C

Quantidades microscópicas de sangue passam o vírus, diz estudo

01 outubro 2003
  |  Partilhar:

O vírus da hepatite C pode ser transmitido através do beijo ou de escovas de dente usadas, diz um estudo publicado nos Estados Unidos.
 

 

Os investigadores afirmam ter encontrado traços do vírus na saliva das pessoas com hepatite C. Por isso acreditam que a saliva possa ser contagiosa e que as pessoas com o vírus possam contaminar outras.
 

 

Durante a Interscience Conference on Antimicrobial Agents em Chicago, EUA, os cientistas disseram que pessoas com problemas nas gengivas podem correr maiores riscos.
 

 

O vírus da hepatite C é transmitido quando o sangue de uma pessoa infectada entra na corrente sanguínea de outra. A Organização Mundial da Saúde (OMS) calcula que existam cerca de 170 milhões de portadores do vírus da hepatite C no mundo. A maioria dos infectados não sabe que sofre da doença.
 

 

O vírus afecta as pessoas de formas diferentes. Muitos não apresentam qualquer sintoma, enquanto outros sentem extremo cansaço e mal estar. Entre os sintomas estão fadiga, perda de peso, náuseas, sintomas semelhantes aos da gripe, dificuldade de concentração, dores abdominais e icterícia.
 

 

Um em cada cinco doentes consegue «livrar-se» do vírus naturalmente dentro de um período de seis meses. Para os restantes, a hepatite C pode ser uma infecção crónica que permanece ao longo de décadas, podendo levar à morte.
 

 

Os investigadores da Universidade de Washington, em Seattle, fizeram testes à saliva de 12 pessoas infectadas com o vírus da hepatite C diariamente, ao longo de 21 dias consecutivos. Das 248 amostras, 52, ou uma em cada cinco, continham o vírus.
 

 

Traços do vírus foram detectados na saliva de sete entre os 12 voluntários. Entretanto, nenhum deles apresentou testes positivos durante os 21 dias consecutivos. Na média, apresentaram o vírus sete vezes durante as três semanas de testes.
 

 

Os doentes com maior probabilidade de apresentar traços do vírus na saliva foram aqueles que continham índices relativamente altos do vírus no organismo. Também foi mais fácil detectar o vírus na saliva de pacientes com problemas nas gengivas. Isto porque o sangramento na gengiva deixa gotas minúsculas de sangue na saliva do paciente. E mesmo as quantidades microscópicas de sangue na saliva podem ser as responsáveis.
 

 

Por isso, os cientistas alertam todas as pessoas com o vírus da hepatite C a não partilhar escovas de dente com outras pessoas da casa. O estudo também sugere que o vírus da hepatite C possa ser transmitido através do beijo.
 

 

Traduzido e adaptado por:
 

Paula Pedro Martins
 

Jornalista
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.