Bebidas energéticas podem promover alcoolismo

Estudo publicado na revista “Alcoholism: Clinical & Experimental”

19 novembro 2010
  |  Partilhar:

O consumo de bebidas energéticas pode promover o alcoolismo, sugere um estudo da Universidade de Maryland, EUA, publicado na revista “Alcoholism: Clinical & Experimental”.

 

O estudo, realizado junto de mil estudantes, mostrou que os que consomem bebidas energéticas frequentemente (52 ou mais por ano) têm tendência a tornarem-se alcoólicos mais jovens.  “A investigação indica que os que recorrem frequentemente às bebidas energéticas apresentam estatisticamente um risco forte de se tornarem alcoólicos e de beberem muito”, indica o estudo, citado pela agência Lusa.

 

“É cada vez mais popular misturar álcool com bebidas energéticas. Como estas bebidas são altamente cafeinadas, isto pode conduzir a outros problemas, além da falta de sono”, salientam ainda os investigadores da Escola de Saúde Pública, da Universidade de Maryland, acrescentando que “misturar bebidas energéticas com álcool pode conduzir a uma embriaguez desperta, no sentido em que a cafeína mascara o estado de ebriedade sem fazer diminuir os efeitos sobre o físico e o comportamento do bebedor”.

 

A agência norte-americana de regulação da alimentação e medicamentos [FDA, na sigla em Inglês] analisa desde há um ano bebidas como a Red Bull, Monster e Rockstar que contêm cafeína concentrada. É esperada para breve uma decisão sobre a oportunidade da comercialização deste tipo de bebidas ser regulamentada.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.