Bebidas dietéticas aumentam risco de depressão

Estudo realizado pelos investigadores do National Institutes of Health in Research

11 janeiro 2013
  |  Partilhar:

O consumo de bebidas açucaradas, especialmente as dietéticas, está associado a um maior risco de depressão em adultos, enquanto o café diminui o risco de desenvolvimento desta doença, sugere um estudo que irá ser apresentado no encontro anual da American Academy of Neurology.
 

“As bebidas açucaradas, o café e o chá que são habitualmente consumidas em todo o mundo, podem ter consequências importantes para a saúde mental”, revelou, em comunicado de imprensa, o autor do estudo, Honglei Chen.
 

Neste estudo, os investigadores do National Institutes of Health, nos EUA, contaram com a participação de 263.925 indivíduos que tinham entre 50 a 71 anos de idade. O consumo de refrigerantes, chá, ponche de frutas e café foi avaliado desde 1995 até 1996. Dez anos mais tarde, 11.311 indivíduos tinham sido diagnosticados com depressão.
 

O estudo apurou que em comparação com os indivíduos que não bebiam refrigerantes, os que bebiam mais de quatro copos por dia tinham um risco 30% maior de desenvolver depressão. Os que bebiam quatro latas de sumos de fruta por dia apresentam um risco 38% maior de desenvolver este tipo de doença mental, comparativamente com aqueles que não consumiam bebidas açucaradas. Foi também verificado que o risco parecia ser ainda maior para os indivíduos que consumiam bebidas “light” ou dietéticas.
 

Por outro lado, em comparação com os indivíduos que não bebiam café, os que consumiam quatro chávenas por dia tinham um risco 10% menor de desenvolver depressão.
 

“O nosso estudo sugere que cortar ou diminuir o consumo de bebidas dietéticas e açucaradas ou as substituir por café sem açúcar poderá ajudar a diminuir o risco de depressão. Contudo, ainda são necessários mais estudos para confirmar estes resultados”, conclui Honglei Chen.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.