Bebidas açucaradas associadas a um início precoce da menstruação

Estudo publicado na revista “Human Reproduction”

02 fevereiro 2015
  |  Partilhar:

As raparigas que consomem frequentemente bebidas açucaradas começam a ter período menstrual mais cedo do que as raparigas que não ingerem este tipo de bebidas. O estudo publicado na revista “Human Reproduction” refere que estes resultados são importantes não só pelo crescente problema da obesidade infantil, mas também pelo facto de um início precoce do período menstrual estar associado a um maior risco de desenvolvimento de cancro da mama mais tarde na vida.
 

Para o estudo os investigadores da Escola de Medicina de Harvard, nos EUA, contaram com a participação de 5.583 raparigas, com idades compreendidas entre os nove e os 14 anos. As raparigas foram acompanhadas desde 1996 até 2001. No final desse período, 3% das raparigas tinha começado a ter menstruação.
 

Ao longo dos cinco anos do período de acompanhamento, as participantes preencheram questionários dietéticos que abordavam a frequência do consumo de bebidas açucaradas.
 

O estudo apurou que, em média, as raparigas que consumiam mais de 1,5 porções de bebidas açucaradas começavam a ter períodos menstruais 2,7 meses mais cedo do que as que ingeriam, semanalmente, duas ou menos porções deste tipo de bebidas.
 

Os investigadores constataram também que as raparigas que entre os nove e os 18,5 anos que consumiam diariamente mais de 1,5 porções de bebidas açucaradas apresentavam um risco 24% maior de começarem a ter período menstrual no mês seguinte, comparativamente com aquelas que apenas bebiam duas ou menos porções por semana. Verificou-se que, no geral, as raparigas que consumiam mais bebidas açucaradas começavam a ser menstruadas por volta dos 12,8 anos, enquanto as que consumiam menos começavam em média aos 13 anos.
 

Estes resultados mantiveram-se inalterados mesmo após os investigadores terem tido em conta fatores que poderiam influenciar a idade da primeira menstruação como índice de massa corporal, peso à nascença, atividade física, raça, etc.
 

De acordo com os investigadores, estes resultados podem ser explicados pelo facto de as bebidas açucaradas terem um índice glicémico mais elevado do que as bebidas naturalmente doces, o que despoleta um aumento das concentrações de insulina. Este aumento pode conduzir a um aumento da concentração das hormonas sexuais, o que pode levar a um início precoce da menstruação.
 

Os investigadores concluem que a importância para a saúde pública do consumo de bebidas açucaradas na idade da menarca não deve ser desvalorizado, uma vez que, ao contrário da maioria dos outros fatores, o consumo de bebidas açucaradas pode ser evitado.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.