Beber café reduz em 27% o risco de AVC

Estudo apresentado na conferência anual da American Stroke Association

04 março 2010
  |  Partilhar:

Beber café de forma regular parece reduzir o risco de acidente vascular cerebral (AVC), indica um estudo recente apresentado na conferência anual da American Stroke Association.

 

Esta informação não é totalmente nova mas tem importância dado confirmar estudos anteriores.

 

Neste estudo, liderado pela investigadora Yangmei Li, epidemiologista da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, foram avaliados 23 mil homens e mulheres, que foram acompanhados durante dois anos.

 

Segundo nota enviada à imprensa pela autora do estudo, "o consumo de café referido pelos mesmos pacientes apresentava uma relação inversa com o risco de AVC".

 

Em geral, as pessoas que relataram consumir qualquer quantidade de café tinham um risco de ter um AVC 27% menor que o dos que nunca consumiam a bebida.

 

"Esta associação manteve-se quando foram considerados outros factores, como sexo, idade, classe social, nível educativo, tabagismo, consumo de álcool, consumo de chá, actividade física, níveis de vitamina C no plasma e diabetes", afirmou a investigadora, acrescentando que a redução do risco também foi "independente do tipo de café que se consumia, com cafeína, descafeinado, instantâneo ou moído".

 

No entanto, beber mais café não foi associado a uma maior redução do risco de AVC.

 

Estudos anteriores já tinham associado o consumo de café a um menor risco de desenvolvimento de diabetes tipo 2, um factor de risco importante para o AVC, e a um menor risco de desenvolvimento de doença cardíaca. Contudo, a maioria destes estudos foram realizados de forma pouco rigorosa.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.