Beber café moderadamente não afecta gravidez

Estudo apresentado no “British Medical Journal”

01 fevereiro 2007
  |  Partilhar:

 

As mulheres grávidas que bebem três chávenas de café por dia não correm mais riscos de terem partos prematuros ou darem à luz bebés com peso inferior ao normal, indica um novo estudo publicado na revista médica britânica "British Medical Journal"
 

A investigação, da Universidade de Arrhus, na Dinamarca, contraria resultados de estudos anteriores que indicavam que a cafeína consumida pelas grávidas podia passar facilmente para o feto, causando-lhe problemas no metabolismo.
 

 

O novo trabalho - que se baseou em mais de mil grávidas até 20 semanas - afirma não existir qualquer relação entre o consumo moderado de cafeína e o desenvolvimento da gravidez.
 

 

Para realizar o estudo, os investigadores administraram café a metade do grupo de mulheres e descafeinado às restantes e acompanharam o peso dos 1.150 bebés recém-nascidos e a duração das gravidezes. Segundo os resultados obtidos, o peso médio dos bebés nascidos das mulheres que beberam café descafeinado foi 16 gramas superior ao das que tomaram cafeína, enquanto a sua gravidez foi dois dias mais longa, em média, do que as do outro grupo.
 

 

O estudo, segundo o qual as diferenças encontradas "não têm qualquer relevância", refere que o grupo das que tomaram cafeína teve 4,2% de partos prematuros e 4,5% de bebés com peso inferior ao normal. As percentagens correspondentes às grávidas que tomaram café descafeinado foram de 5,2% e 4,7% respectivamente, indica o estudo.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

MNI- Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.