Bebedeira faz mal e dá barriga

As consequências dos excessos do consumo de álcool

31 dezembro 2004
  |  Partilhar:

 

 

A poucas horas do Reveillon, fique a saber que beber álcool até ficar embriagado é muito pior para a saúde e causa mais barriga do que beber a mesma quantidade de álcool, mas dividida entre vários dias.
 

«Quem chega a ficar bêbado duas vezes por semana tende a ter mais gordura na região abdominal do quem bebe a mesma quantidade de álcool distribuída ao longo da semana», afirmou o professor Morton Gronbeck, do Centro para a Investigação Álcool na Dinamarca.
 

A notícia não é muito animadora, em véspera dos tradicionais excessos cometidos na passagem de ano. Mas, segundo o professor, que conduziu o estudo com 57 mil indivíduos, as pessoas com «barriguinha de cerveja» também tendem a ter mais risco de doenças coronárias, acidentes vasculares cerebrais, tensão alta e diabetes.
 

O risco de morrer de alguma doença relacionada ao álcool duplica quando se toma dez unidades de álcool em duas noites, em vez de duas unidades de álcool a cada dia da semana, segundo o estudo.
 

A mesma investigação indicou também que o álcool pode ter um efeito benéfico contra doenças cardiovasculares, mas apenas se for tomado moderadamente e regularmente. Os efeitos positivos do álcool também apareceriam apenas para as pessoas acima de 40 anos, segundo o estudo.
 

 

Traduzido e adaptado por:
 

Paula Pedro Martins
 

Jornalista
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.