Bebé que nasce no frio pode ter doenças cardíacas

Relacionado nascimento no Inverno com problemas de saúde

15 março 2004
  |  Partilhar:

Se pode programar o nascimento do seu bebé, então faça com que ele nasça num mês quente. É que, segundo um estudo realizado na Grã-Bretanha, as crianças nascidas durante períodos de baixas temperaturas podem ter maior predisposição a desenvolver doenças cardíacas.Investigadores das Universidades de Bristol e Edimburgo analisaram 4.286 mulheres entre 60 e 79 anos de idade na Grã-Bretanha. E descobriram que as pacientes nascidas em épocas mais frias do ano têm maior risco de ter problemas do coração, porque, quando crianças tiveram uma maior tendência a acumular mais gordura. As probabilidades aumentam para as que nasceram em famílias de baixas condições económicas.Num artigo publicado no jornal Heart, os cientistas concluíram que a qualidade da habitação é um importante factor para a saúde dos recém-nascidos e as suas consequências ao longo da vida.Os investigadores examinaram as fichas médicas de todas as voluntárias que participaram no estudo, comparando o local de nascimento com os registos de temperatura na época.Além de predisposição para doenças cardíacas, as mulheres que nasceram em períodos mais frios têm maiores probabilidades de ter altos níveis de colesterol, resistência à insulina e problemas respiratórios. No entanto, houve variações entre as classes sociais. «A associação entre baixas temperaturas na época do nascimento e doenças coronárias foi quase um prenúncio entre aquelas em que os pais estavam desempregados ou eram de classes sociais de trabalho manual», explicaram os cientistas.Mas os médicos destacaram que são necessários mais estudos para verificar quando os bebés estão expostos ao maior risco – antes ou depois do nascimento.Para os cientistas, contudo, estes dados deverão passar a influenciar a maneira como as casas são construídas na Grã-Bretanha. «A qualidade da construção residencial na Grã-Bretanha tende a ser pior em áreas de climas mais frios», disseram os médicos. «É impossível mudar o clima na Grã-Bretanha, mas é possível melhorar a qualidade das casas.»Traduzido e adaptado por:Paula Pedro MartinsJornalistaMNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.