Bayer tem prejuízo trimestral pela primeira vez na sua história
15 novembro 2001
  |  Partilhar:

A empresa farmacêutica alemã Bayer anunciou prejuízos de 183 milhões de euros (36,68 milhões de contos) no terceiro trimestre deste ano, provocados pelo abrandamento económico mundial e pela retirada do mercado do medicamento Lipobay.
 

 

Nos primeiros nove meses do ano, a companhia alemã registou um lucro de 823 milhões de euros (164,99 milhões de contos), uma quebra 47,48 por cento, face ao período homólogo. «Este foi o ano mais difícil desde há muito tempo», garantiu, ontem, o director da Bayer, Manfred Schneider, em conferência de imprensa, noticiada pela Lusa.
 

 

As vendas, por comparação com o terceiro trimestre do ano passado, caíram 7,5 por cento, embora em valores acumulados se tenha assistido a um acréscimo de três por cento. O segmento mais afectado foi o da saúde, com os ganhos das vendas nas áreas dos produtos agrícolas e químicos a não serem suficientes para inverter a tendência de queda das vendas globais.
 

 

Em Agosto último, a Bayer resolveu retirar do mercado o seu medicamento contra o colestrol, o Lipobay, devido a a suspeitas de efeitos secundários graves, o que penalizou os resultados deste ano. Em poucos dias, a empresa perdeu mais de 20 por cento do seu valor em bolsa e acabou por rever em baixa as previsões para 2001.
 

 

Fonte: Público
 

 

 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.