Banco de leite humano desperta interesse entre especialistas portugueses

Tema abordado nas Jornadas Nacionais de Neonatologia

11 maio 2008
  |  Partilhar:

A criação de um banco de leite humano para alimentar sobretudo bebés prematuros tem gerado “algum interesse em hospitais portugueses”, de acordo com a presidente da secção de neonatologia da Sociedade Portuguesa de Pediatria, durante as Jornadas Nacionais de Neonatologia, que decorreram este fim-de-semana em Viseu.
 

 

A doação de leite para um banco colectivo é prática corrente em países como o Brasil e Espanha e os principais destinatários são bebés de risco, nomeadamente prematuros e os que têm problemas digestivos ou ao nível do intestino. O processo de recolha passa pelo “altruísmo das mulheres para ajudar outras crianças que não os seus filhos”.
 

 

A criação de um banco de leite humano para alimentar sobretudo bebés prematuros tem gerado “algum interesse em hospitais portugueses”, informou a presidente da secção de neonatologia da Sociedade Portuguesa de Pediatria, citada pela agência Lusa.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.