Baixos níveis de testosterona podem conduzir a Osteoporose nos homens

Estudo publicado na revista “Arthritis Today”

22 setembro 2008
  |  Partilhar:

Um estudo publicado na revista “Arthritis Today” refere que os homens com mais de 60 anos que apresentam baixos níveis de testosterona estão mais propensos a apresentar Osteoporose.
 

 

O estudo, conduzido na University of Sydney, na Austrália, verificou que homens com idades entre 60 e 85 anos com níveis baixos de testosterona apresentaram melhorias na reconstrução óssea em cinco meses de terapia de substituição hormonal.
 

 

De acordo com os investigadores, se os níveis de densidade mineral estiverem baixos, devem-se avaliar os riscos de nova fractura e determinar se o paciente deve ser tratado com testosterona ou outro fármaco (alendronato, risedronato e teriparatida)de modo a reduzir o risco.
 

 

Alguns estudos têm indicado que a testosterona pode aumentar os níveis de mau-colesterol (LDL) e conduzir ao aparecimento de cancro da próstata, por isso, alguns pacientes estão indicados para o tratamento com outros fármacos.
 

 

As directrizes actuais recomendam a elaboração de testes de densidade mineral óssea em todos os homens com mais de 70 anos e nos mais novos que apresentam factores de risco, incluindo histórico anterior de fractura, pai com histórico de fracturas, consumo de álcool, uso de corticosteróides e presença de doenças como artrite.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.