Baixos níveis de estrogénio funcionam no tratamento do cancro da mama metastático

Estudo publicado no JAMA

23 agosto 2009
  |  Partilhar:

Baixas doses de estrogénio parecem ajudar no controlo do cancro da mama metastático, refere um estudo publicado no "Journal of the American Medical Association" (JAMA).

 

No estudo de fase II, liderado pelo oncologista Matthew Ellis, da Washington University School of Medicine, nos EUA, é afirmado que mais de 30% das mulheres que não responderam ao tratamento-padrão reagiram bem à nova terapêutica.

 

O estudo comparou a administração diária de 30 mg de estrogénio com a toma diária de uma baixa dose (6 mg). A dose mais elevada resulta em níveis de estrogénio no sangue comparáveis aos registados por grávidas, enquanto as doses baixas representam níveis semelhantes aos registados na fase ovulatória.

 

De acordo com o estudo, o tratamento com doses baixas mostrou a mesma eficácia no controlo da doença metastática e foi mais bem tolerado do que as doses mais elevadas de estrogénio ou a aplicação de quimioterapia.

 

Os resultados obtidos podem conduzir a uma revisão parcial da forma como o cancro da mama metastático é actualmente tratado.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.