Baixas por síndroma gripal já podem ser passadas por qualquer médico

Medida vigora até 31 de Janeiro

28 dezembro 2009
  |  Partilhar:

As baixas médicas por síndroma gripal podem ser passadas por qualquer médico, ao abrigo de um despacho publicado na semana passada, no Diário da República, o qual visa criar medidas excepcionais devido à gripe A (H1N1). A medida vigora até 31 de Janeiro.

 

O diploma prevê que os médicos das urgências dos hospitais públicos e dos privados possam passar baixas aos utentes do Serviço Nacional de Saúde (SNS) que tenham contraído gripe A e alarga esta certificação de incapacidade temporária à assistência aos filhos e netos, refere o documento citado pela agência Lusa.

 

O mesmo se aplica aos médicos da medicina do trabalho e curativa, que, a partir da publicação do diploma em Diário da República, poderão passar baixas médicas aos funcionários dessa empresa.

 

O diploma surge como resultado do aumento da afluência aos centros de saúde por causa da gripe, o que tem congestionado o atendimento de medicina familiar no SNS.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.