Bactérias marinhas contra a doença de Alzheimer
08 fevereiro 2002
  |  Partilhar:

Cientistas australianos acreditam que bactérias
 

encontradas na Grande barreira de coral poderão permitir o
 

desenvolvimento de respostas terapêuticas mais adequadas ao
 

combate contra doenças degenerativas como Parkinson e Alzheimer.
 

 

Investigadores do Instituto australiano de ciências
 

marinhas descobriram que as bactérias, que vivem à superfície dos corais e que estão expostas à radiação ultra-violeta, favorecem o desenvolvimento da enzima Q, um poderoso anti-oxidante produzido por todas as células vivas.
 

 

Um dos cientistas envolvidos nos trabalhos, Walt Dunlap,
 

indicou que esta descoberta poderá ajudar o homem a lutar contra o fenómeno da oxidação, um dos elementos do processo de envelhecimento.
 

 

A enzima Q destrói os radicais livres e as toxinas
 

produzidas pelas células.
 

 

Fonte: Lusa
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.