Bactéria poderá gerar electricidade a partir de fezes de astronautas

Técnica em desenvolvimento pela NASA

23 maio 2004
  |  Partilhar:

Uma bactéria capaz de gerar electricidade a partir de excrementos levou cientistas da NASA a desenvolver células de combustível à base de micróbios, para dar utilidade aos resíduos humanos no espaço.Tendo em conta que numa viagem de dois anos a Marte com seis tripulantes se produziriam mais de seis toneladas de resíduos sólidos orgânicos, muitos dos quais fezes, a reciclagem desses desperdícios contribuiria para a produção de água potável, fertilizante e até electricidade, informa hoje a NASA na sua página na Internet.A Geobacter metallidreducens, membro de uma família de micróbios descoberta em 1987 num esterqueiro húmido do rio Potomac (nos Estados Unidos), vive em lugares pobres em oxigénio e ricos em ferro, podendo deslocar electrões no metal.Esta capacidade permite-lhe processar dejectos e gerar electricidade em circunstâncias propícias, que ocorreriam, segundo a NASA, graças a um novo tipo de célula de combustível. Essa célula é um dispositivo electroquímico que converte directamente energia química em eléctrica, e que para produzir continuamente electricidade exige um abastecimento ininterrupto de combustível.Os micróbios retirariam os electrões dos desperdícios orgânicos para os levar até ao eléctrodo da célula de combustível, que os conduziria dentro de um circuito onde, enquanto fluíssem, gerariam electricidade.Esta ideia, que está a ser experimentada na Terra, precisaria no espaço de «uma configuração muito eficiente e compacta» devido à falta de espaço numa nave, explicou o investigador da NASA Bruce Rittmann.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.