Babuínos machos sabem quem são os seus filhos

Apesar das diversas parceiras, os primatas conseguem reconhecem as crias

10 setembro 2003
  |  Partilhar:

Um estudo realizado por um grupo de investigadores norte-americanos veio mostrar que o instinto paternal dos babuínos é mais importante do que se pensava para a evolução dos primatas. Os babuínos machos conseguem identificar os seus filhos, apesar de viverem em comunidade e trocarem frequentemente de parceiros sexuais.
 

 

Se é fácil fazer a ligação mãe-filho, já a ligação pai-filho é muito mais complicada, porque as fêmeas têm diversos parceiros sexuais. O que torna difícil saber qual é pai de qual, e o mesmo se aplica aos filhos.
 

 

Esta descoberta também veio lançar diversas questões sobre a forma como este reconhecimento pai-filho se dá: como é que eles reconhecem e podem ter a certeza sobre quais são os seus filhos? Reconhecem as crias através dos seus gestos e comportamentos mais característicos? Será que se baseiam na identidade da fêmea, ou calculam a probabilidade de serem pais de determinadas crias, acasalando com as fêmeas no período em que estão mais férteis, durante os últimos cinco dias do ciclo menstrual? Ou será que identificam a descendência através do odor?
 

 

O estudo publicado hoje na revista «Nature» foi realizado por investigadores de várias instituições norte-americanas, e chefiado por Jason Buchanan, da Universidade de Duke, nos Estados Unidos apresenta várias hipóteses para explicar esta capacidade dos pais babuínos, que até agora nunca tinha sido descrita.
 

 

Leia tudo no: Público
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.