Azeite requentado aumenta a tensão arterial

Alimentos aquecidos em óleo reutilizado fazem mal

12 abril 2004
  |  Partilhar:

Os alimentos aquecidos em óleo reutilizado podem aumentar a tensão arterial, segundo um estudo recente apresentado por uma equipa de investigadores do Hospital Carlos Haya de Málaga. Os investigadores verificaram que as gorduras submetidas a altas temperaturas juntamente com a exposição ao ar originam reacções complexas que desenvolvem novos componentes, tanto voláteis como não voláteis. «Estudámos a qualidade do azeite nas cozinhas de várias famílias para determinar se o seu deterioramento contribuía para o aumento da hipertensão e os resultados revelaram que a ingestão dos alimentos cozinhados em óleo requentado aumentam o risco de tensão arterial», explicou o médico do hospital Carlos Haya, Federico Soriguer. Para avaliar os efeitos do azeite requentado nos alimentos, a equipa mediu os níveis de polímeros polares ingeridos por 530 adultos. As pessoas que na sua dieta ingerem alimentos fritos em azeites deteriorados são propensas a ter uma tensão arterial elevada, o que não acontece com aqueles que substituem com maior frequência esta gordura. O risco aumenta ainda mais quando utilizado o óleo de girassol, o que não acontece tanto quando se cozinha com azeite, pois mesmo aquecido mais vezes regista uma menor concentração de polímeros polares, explicam os autores deste estudo, publicado na revista American Journal of Clinical Nutrition. Os investigadores recomendam que as pessoas utilizem o azeite e que não o reutilizem mais de duas a três vezes. Traduzido e adaptado por:Paula Pedro MartinsJornalistaMNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.