Avanços na luta contra o cancro

Cientistas anunciam proteína que mata as células cancerígenas

20 janeiro 2003
  |  Partilhar:

Cientistas norte-americanos identificaram uma proteína que mata células cancerígenas e avançaram também nos esforços para compreender o processo molecular da doença, revelam dois estudos publicados na edição da revista Molecular Cell.
 

 

No primeiro estudo, investigadores da Escola de Medicina da Universidade de Washington, no Missouri, assinalaram a descoberta de uma proteína chamada citidina guanosina que pode destruir diversos tipos de células cancerígenas.
 

 

Os investigadores verificaram que, quando a proteína é inserida numa cultura de células cancerosas, cerca de 70 por cento dessas células suicidam-se. Estes dados levam os cientistas a acreditar que, no futuro, será possível usá-la para matar células cancerígenas.
 

 

O segundo estudo publicado na revista, revelou que um laboratório da Universidade de St. Louis conseguiu um avanço que «poderá conduzir a uma melhor compreensão molecular do cancro».
 

 

A investigação determinou a influência crucial da proteína identificada como «Bre1» na determinação da forma como uma outra proteína («Rad6») intervém na modificação do ADN, o que pode levar à descoberta de novas formas de deter o desenvolvimento do cancro.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.