Avançam ensaios clínicos com células estaminais para tratar perda de visão

Investigadores seleccionam primeiros pacientes

21 junho 2011
  |  Partilhar:

A Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA), EUA, começou a recrutar pacientes para os primeiros ensaios clínicos com uma nova terapia com células estaminais embrionárias da Advanced Cell Technology, com a qual pretendem tratar a degeneração macular relacionada com a idade, a causa mais comum de perda de visão.

 

Segundo informa a empresa, em comunicado, os primeiros pacientes já foram inscritos no Jules Stein Eye Institute da UCLA, depois da agência norte-americana de medicamentos e alimentos (FDA, na sigla em Inglês) ter dado luz verde aos ensaios em Janeiro deste ano.

 

De facto, meses antes, em Novembro de 2010, a FDA já tinha aprovado outro ensaio com o mesmo método para tratar pessoas com uma forma progressiva de cegueira chamada distrofia macular de Stargardt. Ambos os ensaios provaram segurança e tolerância do epitélio pigmentar da retina que a Advanced Cell Technology produz a partir de células estaminais embrionárias humanas.

 

Cada estudo incluirá 12 pacientes, divididos em grupos de três, onde serão testadas doses diferentes da terapia.

 

Segundo explicou o director científico da empresa, Robert Lanza, o objectivo é começar os transplantes com células estaminais nas próximas semanas "após uma década de amplas investigações e estudos pré-clínicos." O responsável acrescentou ainda esperar “que essas células permitam, no futuro, o tratamento não só para estas doenças intratáveis, mas também para pacientes que sofrem de outras patologias degenerativas dos olhos".

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 4
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.