Avalie a personalidade do seu chefe

Líder carismático e bajulador pode ser psicopata

27 janeiro 2005
  |  Partilhar:

 

 

 

Se o seu chefe é um homem carismático, educado, cortês e ambicioso, tenha muito cuidado, pode tratar-se de um verdadeiro psicopata, informou uma equipa de psicólogos.
 

 

Estudos recentes mostram que nem todos os psicopatas são potenciais assassinos. Ao contrário, a maioria deles tem um trabalho normal, grande auto-estima, gostam de dinheiro, poder, sexo, são grandiloquentes e ocupam altos postos hierárquicos nas empresas.
 

 

O carisma e a ambição frequentemente são considerados sinais de sucesso profissional e não sintomas de psicopatia, segundo o médico americano Paul Babiak, especializado em psicologia do trabalho.
 

 

«Os psicopatas têm tendência para serem encantadores, possuem uma grande auto-estima, gostam muito de dinheiro, poder e o sexo. Têm uma excelente capacidade de se expressar e conseguem manipular», explicou o especialista, acrescentando que «como podem ser grandiloquentes e aduladores, temos a tendência para acreditar que têm grandes objectivos e que podem comandar uma organização».
 

 

No entanto, o especialista alertou: «Um psicopata engana...»
 

 

A quantidade de psicopatas activos nas empresas vai aumentar nos próximos anos, dado prosperar as organizações dinâmicas da sociedade contemporânea, previu o especialista. «Os psicopatas não gostam de trabalhar em organizações burocráticas», afirmou o psicólogo, acrescentando que adoram as emoções e os jogos.
 

 

Um psicopata típico não manifesta em geral nenhum arrependimento, nem sente emoções como as pessoas normais. «Enquanto um psicopata não terá nenhum escrúpulo em fechar uma fábrica, um verdadeiro dirigente pode sentir-se mal em demitir o pessoal», acrescentou.
 

 

Os psicopatas prosperam no mundo empresarial porque impera no momento uma procura por resultados rápidos por profissionais que tomem decisões sem vacilar. Na opinião de Paul Babiak, um psicopata num cargo de confiança pode ser positivo para a empresa em termos imediatos, mas com certeza trará problemas a longo prazo.
 

 

«Até podem contar uma bela história, mas são incapazes de fazer o trabalho quotidiano. Sugam o sangue dos outros», garantiu.
 

 

Traduzido e adaptado por:
 

Paula Pedro Martins
 

Jornalista
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.