Autismo: um mundo de sentidos desfasados

Estudo publicado no “The Journal of Neuroscience”

17 janeiro 2014
  |  Partilhar:

As crianças com perturbações do espectro autista têm dificuldades em integrar simultaneamente a informação obtida através dos olhos e ouvidos, revela um estudo publicado no “The Journal of Neuroscience”.
 

Estas crianças “têm uma perceção interessante e fragmentada do mundo que as rodeia, onde os sinais visuais e auditivos se encontram desfasados entre si “, explicou em comunicado de imprensa, um dos autores do estudo, Mark Wallace. Na opinião do investigador este deficit na função sensorial pode, em última instância, dificultar as capacidades de comunicação e sociais das crianças com autismo.  
 

Neste estudo os investigadores do Vanderbilt Brain Institute, nos EUA, contaram com a participação de 32 crianças com desenvolvimento considerado normal e 32 com autismo. Os participantes tinham entre seis e 18 anos de idade.
 

As crianças foram submetidas a uma bateria de testes, tendo sido utilizados diferentes tipos de estímulos audiovisuais, como flashes e sons simples; estímulos ambientais mais complexos, como o martelar de um prego e ainda a estímulos de fala.  Foi pedido aos participantes para relatar quando os eventos visuais e auditivos estavam a ocorrer ao mesmo tempo.
 

O estudo apurou que as crianças com autismo tinham um aumento em algo conhecido como janela de união temporal, o que significa que o cérebro tem dificuldades em associar os eventos visuais e auditivos que ocorrem num determinado período de tempo.
 

"É como se estivessem a ver um filme numa língua estrangeira que está mal dobrado, os sinais auditivos e visuais não se emparelham”, explicou, um dos coautores do estudo Stephen Camarata.
 

“Ter as mãos colocadas nos ouvidos, é uma das imagens clássicas das crianças com autismo. Acreditamos que talvez elas estejam a tentar compensar as suas alterações na função sensorial tentando se focar num sentido de cada vez. Esta talvez seja uma estratégia para minimizar a confusão entre os sentidos”, conclui Mark Wallace.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.