Autismo: resultados do primeiro estudo nacional

Arquipélago dos Açores lidera número de doentes

22 novembro 2005
  |  Partilhar:

Há mais crianças autistas nos Açores do que em Portugal continental e menos no Norte do que nas regiões Centro e Lisboa, segundo os resultados do maior estudo sobre autismo em Portugal. O trabalho também revelou que apenas um em cada três casos está correctamente diagnosticado. Embora não se saibam as razões para o aparecimento desta patologia, o estudo, denominado "Epidemiologia das perturbações do espectro do autismo em Portugal" - e  distinguido com o prémio Pfizer - adianta a possibilidade de se tratar de diferenças genéticas de incidência regional. Pela primeira vez em Portugal realizou-se um rastreio que teve como população-alvo os alunos do 1º Ciclo. A amostra analisada - 59.478 alunos de Portugal continental e 8.317 dos Açores - permitiu concluir que a prevalência global é de 0.92 por mil, o que equivale a dizer que uma em cada mil crianças portuguesas sofre desta perturbação. MNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.