Australiano inventa máquina para eutanásia

Aparelho do suicídio foi financiado por uma organização norte-americana

10 dezembro 2002
  |  Partilhar:

Um defensor da eutanásia concebeu uma máquina que possibilita o suicídio a quem queira morrer sem recorrer a medicamentos.
 

Um australiano, adepto da eutanásia, diz ter concebido uma máquina que permite aos «candidatos» ao suicídio morrer com a ajuda de monóxido de carbono e sem recorrer a medicamentos.
 

 

Philip Nitschke adiantou que a máquina custará 56 euros e permite um fim tranquilo através da respiração daquele gás tóxico com a ajuda de uma máscara aplicada na face.
 

 

O aparelho foi financiado por uma organização norte-americana e será apresentado em Janeiro em San Diego, Califórnia.
 

 

Já em Julho Philip Nitschke tinha causado controvérsia ao anunciar a produção de sacos de plástico munidos de um cordão para atar à volta do pescoço e assim causar a morte por asfixia.
 

 

Esta máquina da eutanásia será proposta a quem pertença há mais de seis meses ao grupo Exit, uma organização que preconiza o direito ao suicídio e tenha participado em pelo menos um dos seus seminários.
 

 

Página de Philip Nitschke
 

 

Fonte:TSFonline
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.