Aumento de peso associado a alterações na personalidade

Estudo publicado na “Psychological Science”

09 maio 2013
  |  Partilhar:

Um novo estudo conduzido pela Florida State University College of Medicine, EUA, indica que as pessoas que aumentam de peso têm tendência a cederem mais a tentações mas pensam mais antes de agir.
 

“Se a mente e o corpo estão interligados, ao suceder uma mudança num, logo o outro deveria mudar também”, afirma Angelina Sutin, cientista na área da psicologia daquela universidade e que participou neste estudo. “Sabemos muito sobre a forma como certos traços da personalidade contribuem para o aumento de peso”, afirma ainda a psicóloga. “O que não sabemos é se as alterações significativas no peso estão associadas a mudanças nos traços principais da personalidade”, continua.
 

Para perceber se esta associação entre o aumento de peso e alterações na personalidade se verificava, Angelina Sutin e colegas procederam à análise de dados retirados de dois estudos longitudinais de residentes da cidade de Baltimore nos EUA. Ambos os estudos abarcaram amostras que perfaziam um total de 1.900 pessoas, de todas as faixas etárias e níveis socioculturais. Foram levantados dados sobre o peso corporal e traços da personalidade dos participantes em dois momentos diferentes com um intervalo de mais ou menos uma década entre ambos.
 

A equipa descobriu que os participantes que tinham aumentado pelo menos um décimo do seu peso corporal demonstravam um aumento na impulsividade, com uma maior tendência para sucumbirem a tentações, comparativamente a quem tinha mantido o peso estável. Os dados não revelaram se a impulsividade era uma causa ou um efeito do aumento de peso, mas sugerem uma ligação íntima entre a fisiologia e a psicologia.
 

As pessoas que tiveram um aumento de peso revelaram também mais deliberação (o dobro) em relação aos participantes com peso estável, com uma maior tendência para pensarem bem antes de agirem. A equipa especula que esta tendência poderá ser devida ao facto de estes participantes receberem feedback negativo da família e amigos: as pessoas poderão pensar duas vezes antes de se servirem de mais uma fatia de tarte, por exemplo, se pensarem que irão ser condenados por tal.
 

Os resultados desta análise demonstram que embora as pessoas que tiveram aumento de peso mostrem propensão para terem uma maior consciencialização das suas próprias ações, continuam a revelar dificuldade de resistirem a tentações. E o facto de não se resistir à tentação poderá criar um ciclo vicioso que irá enfraquecer o autocontrolo. Sendo assim, as pessoas que ganham peso poderão apresentar um maior risco de aumentarem ainda mais o seu peso através de alterações na sua personalidade, sustentam os investigadores.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.