Aumento das temperaturas aumentará mortalidade na Europa

Estudo da Comissão Europeia

23 janeiro 2007
  |  Partilhar:

 

Um aumento médio da temperatura de cerca de três graus até 2071 provocaria um aumento de vítimas, alterações significantes nas colheitas europeias e graves consequências económicas na região turística do mediterrâneo, segundo um estudo da Comissão Europeia.
 

 

As conclusões do estudo, anunciadas este mês no âmbito da apresentação das novas estratégias da UE para uma política comum na Energia e no Ambiente, prevêem graves consequências climáticas e económicas para a Europa, caso as temperaturas aumentem em média 2,2 a 3 graus até 2071, relativamente às temperaturas registadas em 1990.
 

 

Segundo o estudo, um aumento da temperatura de três graus causaria um número anual de 86 mil vítimas mortais devido ao calor e ao frio. Mesmo que se conseguisse reduzir as emissões de gases com efeito de estufa, caso o aumento da temperatura fosse 2.2 graus morreriam 36 mil pessoas.
 

 

O trabalho também prevê graves consequências económicas para a zona do mediterrâneo, especialmente para países como Portugal, Espanha, Grécia e Itália, devido a "significante perda" do turismo provocada pelo aumento das temperaturas.
 

 

Fontes: Lusa e Diário de Notícias
 

MNI- Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.