Ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais podem ser evitados em um terço

Estudo Heart Protection demonstra importância das estatinas

02 janeiro 2002
  |  Partilhar:

É possível reduzir em cerca de um terço os ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais em doentes de alto risco cardiovascular, utilizando as estatinas, classe terapêutica utilizada na redução dos níveis de colesterol, revela o Estudo Heart Protection, o maior até agora realizado nesta área. Com resultados “surpreendentes”, o Heart Protection traz, segundo os seus autores, “importantes implicações para a saúde pública”.
 

 

O estudo teve a duração de cinco anos e envolveu 20.536 doentes (15.454 homens e 5.082 mulheres) com elevado risco de doenças cardiovasculares, com idades compreendidas entre os 40 e os 80 anos, apresentando diversas categorias de patologias relacionadas com a doença cardiovascular.
 

 

Foi intenção dos investigadores da Universidade de Oxford que a população envolvida no estudo Heart Protection fosse o mais abrangente possível. Por isso, foram incluídos doentes com ou sem história de doença coronária, com níveis de colesterol normal ou elevados, diabéticos, mulheres e idosos.
 

 

Os voluntários foram recrutados para 69 hospitais, e metade do grupo recebeu 40 mg de simvastatina e à restante metade foi administrado placebo. Naqueles que receberam simvastatina verificou-se uma redução nos níveis totais do colesterol e do chamado “mau” colesterol (LDL), provando que é possível reduzir em 12 por cento a mortalidade destes doentes.
 

 

Os resultados deste estudo demonstram claras e conclusivas evidências na segurança, tolerabilidade e eficácia da simvastatina. “Este estudo é um importante resultado com grandes implicações positivas na saúde pública”, revela Rory Collins, líder da investigação.
 

 

Até agora subsistiam algumas incertezas quanto aos benefícios, a longo prazo, das terapêuticas para baixar os níveis do colesterol em determinados doentes, que por consequência evitavam o aparecimento de doenças cardiovasculares. Para ajudar a resolver estas incertezas, o Estudo Heart Protection foi pensado para ser realmente o maior estudo realizado nesta área, provando que a redução do “mau” colesterol diminui o risco de mortalidade devido a doenças coronárias
 

 

MNI - Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.