Associação Portuguesa de Linfomas e Leucemias: tem aumentado os pedidos de ajuda

Declarações da presidente da associação

12 junho 2012
  |  Partilhar:

A presidente da Associação Portuguesa de Linfomas e Leucemias (APLL) referiu que tem recebido um número crescente de pedidos de ajuda financeira de doentes para pagarem despesas relacionadas com “medicamentos, próteses dentárias e óculos”.

 

“Não é uma realidade nova, mas tem aumentado de forma mais acentuada desde outubro”, revelou à agência Lusa Isabel Leal Barbosa, considerando que a “redução na comparticipação” de alguns medicamentos poderá ter contribuído para um aumento das dificuldades com que estes doentes se confrontam.

 

A presidente da APLL propôs “um grande registo nacional de doentes com leucemias, linfomas e outras doenças do sangue para que seja possível uma maior entreajuda entre todos os que estão a passar ou já passaram por estas doenças”.

 

Isabel Leal Barbosa evidenciou ainda o apoio de várias entidades e da sociedade civil em geral à organização de iniciativas destinadas à angariação de fundos.

 

“Temos aumentado as iniciativas e muita gente se tem associado. A sociedade tem respondido aos nossos pedidos o que nos vai permitindo prestar ajuda financeira aos doentes mais carenciados”, acrescentou.

 

A Associação Portuguesa de Leucemias e Linfomas (APLL) foi criada em abril de 2001 por profissionais de saúde do serviço de Onco-hematologia do IPO e familiares dos doentes.

 

O principal objetivo da associação é fomentar o desenvolvimento do tratamento e investigação clínica e laboratorial, ensino e divulgação das doenças oncológicas do sangue, assim como dar apoio aos doentes e seus familiares.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.