Associação Mundial Medicina alerta para riscos de bioterrorismo
04 outubro 2001
  |  Partilhar:

A Associação Mundial de Medicina reunida em Ferney-Voltaire, França, desde quinta-feira até a domingo, instou os governos a estarem atentos ao risco de ataques biológicos e químicos.
 

 

"Estamos extremamente preocupados com a eventualidade de futuros ataques terroristas utilizando armas químicas e/ou biológicas e precisamos de um esforço global e coordenado para preparar uma tal ocorrência", declarou Richard Corlin, presidente da Associação norte-americana de medicina.
 

 

A associação norte-americana apelou para a criação de um consórcio internacional de responsáveis da medicina e da saúde pública para seguir a evolução da situação e garantir a constituição de stocks de produtos farmacêuticos e das vacinas necessários.
 

 

David Heymann, da Organização Mundial da Saúde, insistiu na necessidade de encorajar a colaboração entre os serviços do exército e da saúde para uma melhor preparação contra a utilização deliberada de agentes químicos e biológicos.
 

 

Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar