Assinado protocolo contra obesidade infantil no Algarve

Rastreio com duas mil crianças trará dados estatísticos sobre o problema

16 março 2006
  |  Partilhar:

 

«Reduzir a prevalência da pré-obesidade e da obesidade infantil» até 2010 no Algarve é o objectivo de um protocolo assinado, na semana passada, entre a Administração Regional de Saúde (ARS) e vários parceiros da área.
 

 

Segundo Cristina Gouveia, pediatra e responsável pelo «Programa de Combate à Obesidade Infantil», «no Algarve não se sabe qual é a prevalência (de obesidade infantil)». Por isso vão ser feitas colheitas de dados nas 15 escolas privadas e públicas, rurais e urbanas, escolhidas de forma aleatória e situadas em nove Concelhos, abrangendo um total de duas mil crianças.
 

 

Depois de produzidos os dados estatísticos referentes à região iniciar-se-ão acções de prevenção e de intervenção através de uma rede de cuidados de saúde. Para tal, será criada informação didáctica para as escolas, desde professores e alunos, até aos pais.
 

 

O novo protocolo de colaboração foi assinado na semana passada entre os programas de Saúde Infantil, de Saúde Escolar e de Nutrição da ARS Algarve, com parcerias da Universidade do Algarve, da Direcção Regional de Educação do Algarve, do Hospital Distrital de Faro, do Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio, da Grande Área Metropolitana do Algarve e das Câmaras Municipais de Aljezur, Faro, Lagos, Loulé, Monchique, Olhão, Portimão, S. Brás de Alportel e Silves.
 

 

Fonte: ARS- Algarve
 

MNI- Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.