Aspirina pode aumentar longevidade de doentes com cancro da próstata

Estudo publicado no “Journal of Clinical Oncology”

31 agosto 2012
  |  Partilhar:

Um estudo levado a cabo por um grupo de universidades norte-americanas e publicado na revista científica “Journal of Clinical Oncology” revelou que a toma da aspirina está associada a menor risco de morte por cancro da próstata, especialmente em homens com elevado risco de desenvolver esta doença.


O estudo analisou os dados de seis mil pacientes que realizaram cirurgia ou radioterapia para tratar cancro da próstata. Estes dados foram recolhidos a partir da base de dados da Cancer and Prostate Strategic Urologic Research Endeavor (CaPSURE).


Cerca de 37% dos pacientes receberam anticoagulantes (varfarina, clopidogrel, enoxaparina e/ou aspirina). Os resultados demonstraram que a mortalidade a 10 anos devido a cancro da próstata foi significativamente inferior no grupo que tomava anticoagulantes, em comparação com aquele que não tomava este tipo de fármacos (3% e 8%, respetivamente). Além disso, o risco de recorrência do cancro assim como de metástases ósseas revelou ser também significativamente menor. Uma análise mais aprofundada sugeriu que estes benefícios resultavam principalmente da aspirina, quando comparada com outros anticoagulantes.


“Os resultados deste estudo sugerem que a aspirina previne o crescimento de células tumorais no cancro da próstata, especialmente em pacientes com elevado risco de cancro da próstata, para o qual não existe um tratamento muito bom atualmente”, frisou o líder do estudo, o Dr. Kevin Choe. “No entanto, ainda precisamos de compreender melhor a utilização ótima da aspirina antes de a recomendar de forma rotineira a todos os pacientes com cancro da próstata”, advertiu.


ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.