As mulheres têm menos jeito para estacionar o carro?

Falta de hormona prejudica desempenho feminino, diz estudo

04 abril 2005
  |  Partilhar:

 

 

 

 

Por que razão certas mulheres têm dificuldade em estacionar o carro? A resposta pode estar nos baixos níveis de testosterona.
 

 

Algumas mulheres podem ter dificuldades em estacionar o carro ou para entender mapas porque estiveram expostas a baixos índices de testosterona na barriga da mãe. Um estudo, publicado na revista académica «Intelligence», volta a alimentar o mito masculino de que as mulheres são um «perigo no volante». No entanto, dão explicações científicas para a situação.
 

 

Os cientistas da Universidade de Giessen, na Alemanha, descobriram que a ausência da hormona afecta a noção de espaço das pessoas. O estudo avaliou as capacidades espaciais, numéricas e verbais de 40 estudantes voluntários. Nos testes espaciais, os homens tiveram, em média, notas maiores do que as mulheres.
 

 

Os investigadores também mediram o tamanho dos dedos anelares e indicadores das voluntárias. Nas mulheres, esses dois dedos costumam ter praticamente o mesmo comprimento, medidos a partir da dobra (perto da palma da mão). Já nos homens, o anelar tende a ser bem maior.
 

 

Baixos índices de testosterona também acabam por originar dedos anelares menores.
 

 

No entanto, as mulheres que tinham o tamanho dos dedos semelhantes ao padrão masculino obtiveram melhores resultados nos testes espaciais do que aquelas com dedos anelares menores.
 

 

No artigo da «Intelligence», os cientistas admitiram, porém, que os resultados do estudo são limitados porque só recolheram uma amostra de hormonas de cada pessoa e não tiveram em conta o ciclo menstrual das mulheres, que afecta o equilíbrio hormonal.
 

 

Outros estudos - tendo como indicadores o tamanho dos dedos - afirmam que dedos anelares longos e mãos simétricas são um sinal de fertilidade nos homens, e que as mulheres têm mais probabilidades de ser mais férteis quando possuem indicadores compridos.
 

 

Traduzido e adaptado por:
 

Paula Pedro Martins
 

Jornalista
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.