Artrite reumatóide: possível tratamento é identificado

Estudo publicado na “Science Express”

15 março 2011
  |  Partilhar:

Investigadores americanos modificaram uma proteína, a progranulina , que é capaz de reduzir os sintomas da artrite reumatóide em ratinhos, revela um estudo publicado na “Science Express”.
 

A artrite reumatóide é uma doença auto-imune caracterizada pela inflamação das articulações que conduz à destruição progressiva das suas estruturas e à incapacidade funcional. Esta doença, que atinge preferencialmente os indivíduos mais idosos, é sistémica, pelo que pode envolver também órgãos internos como o coração e o pulmão.
 

Neste estudo os investigadores da New York University School of Medicine, em Nova Iorque, EUA, identificaram o receptor da progranulina, a qual já era conhecida por desempenhar um papel importante no desenvolvimento embrionário, reparação dos tecidos, tumorogenese e na inflamação..  
 

Com o auxílio de técnicas de sequenciação genética, a equipa liderada por Changju Liu descobriu que a progranulina se liga directamente aos receptores do factor de necrose tumoral (TNFR), alterando a interacção entre a proteína inflamatória, o TNF-alfa, e o seu receptor (TNFR).
 

O estudo revelou que a administração da progranulina a ratinhos que sofriam de artrite reumatóide conseguiu diminuir ou mesmo bloquear o desenvolvimento da doença.
 

Seguidamente, os investigadores combinaram três fragmentos da proteína, que se ligavam de um modo mais selectivo aos TNFR, criando uma proteína a qual foi denominada por “Atsttrin”. Foi verificado que esta proteína se mostrou ainda mais eficaz na prevenção da inflamação associada à artrite reumatóide, do que a progranulina não modificada.
 

Apesar de ainda não se saber se esta proteína poderá também funcionar de igual modo nos humanos, os autores do estudo sugerem que a progranulina poderá ser um novo e promissor alvo terapêutico para a artrite reumatóide.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.