Artrite reumatóide dificulta gravidez

Estudo publicado na revista “Arthritis & Rheumatism”

11 maio 2011
  |  Partilhar:

As mulheres com artrite reumatóide podem ter mais dificuldade para engravidar, sugere um novo estudo, publicado na revista “Arthritis & Rheumatism”.

 

O estudo, realizado com 68.170 mulheres dinamarquesas grávidas, entre 1996 e 2002, mostrou que, geralmente, as mulheres com artrite reumatóide (AR) apresentam mais dificuldades para conceber em comparação com mulheres sem a doença. Entre as mulheres do estudo, 112 foram diagnosticados com AR antes da gravidez.

 

Os investigadores descobriram que 25% das mulheres com artrite reumatóide já tinham tentado engravidar, sem sucesso, pelo menos durante um ano antes de terem finalmente conseguido, enquanto apenas 16% das mulheres sem a doença demorou esse tempo. O trabalho também revelou que 10% das mulheres com AR receberam tratamentos para a infertilidade, em comparação com apenas 8% nas outras mulheres.

 

O estudo constatou que, de facto, as mulheres com AR demoraram mais tempo para engravidar, tendo apresentado uma probabilidade um pouco menor em dois meses de tentativas  – 41% das mulheres que tinham a doença conseguiram uma gravidez contra 48% das mulheres sem AR.

 

Em comunicado, o líder da investigação, Damini Jawaheer, do Children's Hospital Oakland Research Institute, em Oakland, Califórnia, EUA, referiu que as mulheres com AR quando tentam engravidar deixam de tomar os fármacos que controlam a doença – dado que alguns podem provocar defeitos nos fetos - e que, esse facto, pode desencadear um surto da doença que, de alguma forma, dificulta a sua capacidade de conceber.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.