Arroz pode vir a prevenir anemia

Trabalho sobre melhoramento nutritivo dá prémio a portuguesa

09 novembro 2004
  |  Partilhar:

Uma jovem cientista portuguesa ganhou o prémio de melhor artigo científico do ano na área da investigação agrícola, com um trabalho sobre o melhoramento nutritivo do arroz, tornando-o mais rico em ferro e zinco para combater a anemia.A produção de arroz transgénico enriquecido com nutrientes essenciais à dieta humana poderá vir a ser importante em zonas do mundo carenciadas, explica um comunicado do Instituto de Tecnologia Química e Biológica da Universidade Nova de Lisboa, onde a premiada, Marta Wilton de Vasconcelos, de 28 anos, se doutorou.O trabalho de investigação que originou o artigo, em que participaram um total de nove cientistas e que foi já publicado na revista internacional Plant Science, relaciona-se com a deficiência em ferro (que provoca anemia), que afecta cerca de 33 por cento da população mundial.Como o arroz é uma das maiores fontes de alimento e calorias a nível mundial, os investigadores recorreram à transformação genética para introduzir o gene da ferritina (responsável por acumular ferro em diferentes tecidos e organismos) numa variedade de arroz. Actualmente Marta Wilton Vasconcelos está no Colégio de Medicina de Baylor, em Houston, Texas, onde trabalha em nutrição de plantas (soja e arroz).Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.