Armas biológicas são o tema científico que mais preocupa britânicos
07 março 2002
  |  Partilhar:

As armas biológicas e o efeito de estufa são os temas relacionados com a ciência que mais preocupam os britânicos, segundo uma sondagem divulgada ontem pela Royal Society.
 

 

O estudo, realizado pela empresa Mori, foi apresentado no primeiro Fórum Nacional sobre Ciência, organizado pela Royal Society, uma entidade independente dedicada a promover as ciências naturais e aplicadas.
 

 

Segundo o estudo, 74 por cento dos 1.001 inquiridos em todo o Reino Unido apontaram as armas biológicas como o facto mais preocupante da ciência moderna.
 

 

O aquecimento do planeta devido ao efeito de estufa é o segundo problema científico que mais inquieta os britânicos, com 70 por cento a afirmarem-se preocupados com este fenómeno.
 

 

Cerca de 60 por cento dos inquiridos afirmaram estar apreensivos com a manipulação genética dos alimentos e animais, 55 por cento com o contágio aos humanos da doença das vacas loucas e 53 por cento com a energia nuclear.
 

 

"Os dois grandes temas, as armas biológicas e o aquecimento global, receberam muita atenção por parte dos meios de comunicação e são realmente aterradores", afirmou o prémio Nobel Paul Nurse, presidente do Departamento de Ciência na Royal Society.
 

 

Mais de metade dos inquiridos, 53 por cento, manifestaram ainda o desejo de terem mais influência sobre o tipo de investigação científica que se faz no país e 55 por cento opinaram mesmo que há demasiados interesses comerciais nesta actividade.
 

 

"Compreensivelmente o público está preocupado em saber quem financia a investigação científica", disse Nurse, que indicou existir a necessidade dos investigadores explicarem mais claramente ao público como se financia e regula a ciência.
 

 

Sobre os meios de comunicação, apenas 39 por cento dos entrevistados afirmaram que actuam "de forma responsável" na informação sobre temas científicos.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.