Aprovada talidomida para tratamento do Mieloma Múltiplo

Decisão da Comissão Europeia

08 maio 2008
  |  Partilhar:

A Comissão Europeia aprovou a talidomida para o tratamento de doentes com Mieloma Múltiplo reincidente, em combinação com o melfalano e a prednisona.
 

 

Trata-se de uma terapêutica oral que, em estudos clínicos, demonstrou aumentar a sobrevivência dos doentes com Mieloma Múltiplo.
 

 

Em Junho de 2007, a Comissão Europeia autorizou a lenalidomida, como a primeira terapêutica oral, em mais de quarenta anos, para o tratamento, em segunda linha terapêutica, de doentes com Mieloma Múltiplo.
 

 

A talidomida ficou conhecida na história da Medicina pela sua acção teratogénica, tendo sido responsável por mal formações congénitas devastadoras na década de 50/60 do século passado, quando o fármaco era utilizado como sedativo e para o tratamento de náuseas durante a gravidez.
 

 

Assim, a Comissão Europeia, ao aprovar o fármaco em doentes com Mieloma Múltiplo, impôs como condição para a sua comercialização, a implementação de um programa de prevenção da gravidez que deve ser aprovado pelas autoridades de cada estado membro.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.