Aprendizagem subconsciente molda resposta à dor

Estudo publicado no jornal “PNAS”

27 maio 2015
  |  Partilhar:
Um novo estudo levado a cabo pelo Instituto Karolinska, na Suécia, revela que as pessoas podem ser condicionadas a associar imagens a determinadas respostas à dor (tais como, maior tolerância à dor), mesmo quando não se conseguem aperceber das imagens conscientemente.
 
Estudos anteriores haviam já demonstrado que a dor experienciada por um indivíduo poderia variar de acordo com a associação a um estímulo. Contudo, ainda não se sabia se seria necessário que este estímulo fosse assimilado de forma consciente para que o indivíduo aprendesse a associação.
 
Como tal, neste estudo, Karin Jensen e a sua equipa avaliaram se a aprendizagem inconsciente poderia afetar a resposta à dor, utilizando para o efeito imagens subliminares e treinando os participantes para associar uma determinada imagem a dor intensa e outra a dor ligeira.
 
A investigação envolveu 49 participantes saudáveis, sem doenças crónicas ou problemas psiquiátricos diagnosticados, que foram aleatoriamente distribuídos por quatro grupos. Além de contracetivos hormonais, nenhum dos participantes referiu ter tomado qualquer outro tipo de medicação.
 
Os participantes visualizaram diferentes caras num ecrã de computador, algumas das quais tão depressa que não poderiam ser reconhecidas conscientemente. Estes indivíduos foram também sujeitos a um estímulo de dor a cada imagem apresentada, e foi-lhes pedido que avaliassem a dor numa determinada escala. À medida que determinada imagem foi repetidamente associada a dor intensa ou ligeira, esta transformou-se num estímulo de dor intensa ou ligeira que afetaria as expectativas dos participantes.
 
Os resultados sugerem que os estímulos de dor podem ser apreendidos inconscientemente, visto que os participantes relataram ter sentido um nível de dor mais intenso quando lhes foi apresentada uma imagem associada a dor intensa e menos dor quando apresentada uma imagem associada a dor menos intensa, enquanto era aplicado um nível semelhante de dor, independentemente de as imagens serem apresentadas subliminarmente ou não.
 
“Estes resultados demonstram que as respostas à dor podem ser moldadas pela aprendizagem que ocorre inconscientemente, sugerindo que a aprendizagem inconsciente poderá ter um efeito alargado nos processos cognitivos mais elevados em geral”, refere Karin Jensen. 
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.