APOGEN quer introduzir no mercado nacional medicamentos dos Palops

Simpósio Luso-Brasileiro e Africano de Medicamentos Genéricos

01 maio 2006
  |  Partilhar:

 

A Associação Portuguesa de Medicamentos Genéricos (APOGEN) comprometeu-se a apoiar a introdução em Portugal dos genéricos produzidos nos países de língua oficial portuguesa (Palops), ao mesmo tempo que pretende implantar-se nesses países.
 

 

"Quando Angola, Cabo Verde e Moçambique fabricarem bons medicamentos devemos abrir-nos a esse mercado", defendeu Jorge Ruas da Silva, em declarações à margem do primeiro simpósio Luso-Brasileiro e Africano de Medicamentos Genéricos, que se realizou recentemente em Lisboa.
 

Segundo o Presidente da APOGEN, aquela associação "vai intervir junto das autoridades portuguesas, cabo-verdianas, brasileiras, angolanas e moçambicanas, a solicitar que dêem às empresas idêntico tratamento".
 

 

Os responsáveis da área farmacêutica pretendem introduzir em Portugal e na Europa os bons medicamentos brasileiros e levar os medicamentos portugueses de boa qualidade à América do Sul, Brasil, Angola, Cabo Verde e Moçambique.
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI- Médicos na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.