Aplicação para smartphone analisa urina

Aplicação apresentada na Technology, Education and Design

04 março 2013
  |  Partilhar:

Um investigador indiano desenvolveu uma aplicação para smartphone que é capaz de analisar a presença de mais de 10 marcadores na urina, os quais cobrem mais de 25 condições clínicas diferentes. Esta aplicação denominada por uChek foi apresentada recentemente na conferência Technology, Education and Design 2013, nos EUA.

 

A tecnologia, desenvolvida por Myshkin Ingawale, utiliza a câmara do smartphone e tira fotografias às tiras químicas colocadas numa amostra de urina. Posteriormente, é comparado com um mapa de cores codificado e em alguns segundos revela os resultados. No ecrã do smartphone pode ser visualizado, em forma de gráfico, os níveis de glucose, bilirrubina, proteínas, cetonas, leucócitos e mais cinco variáveis diferentes.
 

A informação é apresentada num formato de fácil compreensão, utilizando resultados positivos ou negativos, podendo-se clicar em palavras-chave como "leucócitos" para obter mais informações. Os resultados do teste uChek podem ajudar no controlo da diabetes, bem como problemas associados à bexiga, rins e fígado. Adicionalmente, este também pode indicar a presença de uma infeção urinária.
 

A aplicação está atualmente a ser testada num hospital em Mumbai, Índia, e em aprovação pela Apple. O investigador espera que em breve esta aplicação esteja disponível para o iPhone, estando também prevista uma versão para Android.
 

Myshkin Ingawale revelou que em testes iniciais realizados em 1200 amostras, a utilização desta aplicação apresentou resultados mais precisos comparativamente com os resultados obtidos com a visão humana.
 

O uChek não é a primeira aplicação desenvolvida por Myshkin Ingawale. No ano passado o investigador apresentou, na mesma conferência, um exame sanguíneo capaz de ajudar no diagnóstico de anemia e que não necessita de tirar sangue.
 

“Quero trazer para as mãos dos utilizadores os exames médicos. Há um potencial enorme para trazer o mundo da bioquímica para a mão dos utilizadores através de aplicações. Estou a tentar democratizar a saúde”, revelou, em comunicado de imprensa, Myshkin Ingawale.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.