Apesar da falta de anestesistas, Hospital de Faro consegue responder às necessidades

Hospital regista défice de 14 profissionais da área

17 agosto 2012
  |  Partilhar:

O Conselho de Administração do Hospital de Faro admite que a falta de anestesistas “é uma situação crónica” para a instituição. Apesar do défice de 14 anestesistas, a instituição de saúde afirma que sempre respondeu às necessidades da população da região que cobre.

 

Quando questionada sobre se a falta de anestesistas estava a conduzir ao adiamento de cirurgias, a administração explicou à agência Lusa que “A falta de anestesistas no hospital de Faro é uma situação crónica e do conhecimento público. Tem este conselho de administração desenvolvido todos os esforços no sentido de captar anestesistas para a região, nomeadamente para este hospital”.

 

Ainda segundo a administração do hospital algarvio, o serviço de anestesiologia daquela instituição “dispõe de 15 anestesistas, prevendo o quadro 29, pelo que se verifica um défice de 14”, acrescentando contudo que “com o esforço e espírito de sacrifício dos profissionais, nunca deixou de responder às necessidades cirúrgicas/anestésicas da população”.

 

O presidente do Conselho de Administração, Pedro Nunes, disse que apesar de terem sido adiadas três intervenções cirúrgicas, esses adiamentos sucederam “pontualmente”, tal como se verifica noutros blocos operatórios no país, “sempre que elementos da equipa anestésica colocam baixa médica e não seja possível substituí-los atempadamente”.

 

No entanto, e de acordo com a administração do hospital, “estão a decorrer neste momento concursos simplificados para preenchimento das vagas existentes, tendo concorrido quatro anestesistas, aos quais se somará mais um proveniente do Hospital de São José [em Lisboa] por acordo de cedência de interesse público”.

 

O Hospital de Faro afirmou ainda que “acompanha todas as incidências decorrentes do aumento populacional verificado nesta época do ano no Algarve, garantindo que a atividade assistencial desta unidade de saúde está dentro dos critérios de normalidade para a época”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 4Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.