Aperfeiçoado material genético para tratamentos contra o cancro

Estudo da Universidade da Beira Interior

29 setembro 2011
  |  Partilhar:

Uma equipa do Centro de Investigação em Ciências da Saúde (CICS) da Universidade da Beira Interior (UBI), na Covilhã, está a ensaiar uma forma aperfeiçoada de usar material genético para tratamentos contra o cancro.

 

Os investigadores aplicaram “uma estratégia inovadora de purificação de moléculas de DNA e desenvolveram, posteriormente, nanopartículas capazes de o entregar no interior das células”, explicou Fani Sousa, uma das cientistas, à Agência Lusa. Os tratamentos contra o cancro com genes transportados em nanopartículas consistem em minúsculas fitas de material genético agarradas a partículas (que podem ser de diferentes origens) que as transportam pelo corpo e depois as libertam.

 

A terapia genética consiste na inserção de genes funcionais em células com genes defeituosos, de modo a substituir ou complementar esses genes causadores de doença. No estudo da UBI, foram usadas células cancerígenas do pulmão e colo do útero, como modelo de estudo, porque “são células que se caracterizam pela sua capacidade de crescimento desregulado”.

 

O que torna o estudo diferente de todos os outros “é o modo de preparação com elevado grau de purificação que garante uma molécula de Adn livre de contaminantes”. Ou seja, será possível obter “um maior grau de eficácia” por cada partícula.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.