Apenas duas em cada 100 mulheres se consideram bonitas

Conceito de beleza é pouco diversificado

24 janeiro 2005
  |  Partilhar:

Apenas duas em cada cem mulheres se consideram bonitas e afirmam sentir-se bem na própria pele, revela um estudo divulgado na semana passada na FNAC do Colombo, em Lisboa, pela marca Dove, no âmbito de uma nova campanha. O estudo, realizado primeiro junto de 3.200 mulheres de dez países (Argentina, Brasil, Canadá, EUA, França, Holanda, Itália, Japão, Reino Unido e Portugal) e, posteriormente, junto de mais 300 em Espanha, concluiu que as mulheres têm baixa auto-estima. A investigação foi elaborado por iniciativa da Dove - que dia 20 lançou em Portugal a «Campanha por Beleza Real» - em colaboração com Nancy Etcoff, docente em Harvard, e Susie Orbach, psicoterapeuta e professora convidada da London School of Economics. De acordo com as investigadoras, existe um desejo, por parte das mulheres, de que o conceito de beleza seja «mais alargado e diversificado», de modo a tornar-se verdadeiramente «democrático e abrangente».As conclusões do estudo indicam que 40 por cento das inquiridas não se sente bonita e que apenas 13 por cento está muito satisfeita com o próprio corpo (não correspondendo isso a ter a beleza ideal e desejada), e em Portugal apenas uma em cada quatro mulheres convive tranquilamente com o seu corpo. O estudo também revela que 45 por cento das inquiridas sente que as mulheres mais bonitas têm mais oportunidades na vida, assim como mostra que mais de metade (59 por cento) considera que as mulheres fisicamente atraentes são mais valorizadas pelos homens. Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.