Apenas 4% das portuguesas faz terapêutica durante a menopausa

Dados apresentados na III Reunião Ibérica de Menopausa

28 fevereiro 2006
  |  Partilhar:

Em Portugal existem dois milhões de mulheres em menopausa, mas apenas três a quatro por cento recorrem à terapêutica para minimizar riscos de doenças, disse à Lusa o presidente da Sociedade Portuguesa de Menopausa (SPM)."Todos os anos registam-se cerca de 300 mil novos casos de mulheres que entram na fase da menopausa, mas só três a quatro por cento em Portugal e Espanha é que recorrem à terapêutica hormonal", observou Mário de Sousa, presidente da SPM, referindo que em França 20 a 30 por cento das mulheres fazem tratamento com hormonas.No âmbito da III Reunião Ibérica de Menopausa, que decorreu recentemente em Vilamoura (Algarve), o presidente da SPM adiantou que a entrada em menopausa "aumenta o risco de cancros no ovário, mama, intestino, assim como eleva a ocorrência de osteoporose e doenças cardiovasculares.Segundo um estudo apresentado pelo ginecologista e obstreta Luís Sá, assistente graduado no Instituto Português de Oncologia (IPO) de Coimbra, e realizado com mil mulheres em menopausa que estavam a tomar hormonas e com mais de 50 anos de idade, concluiu-se que existia uma diminuição de "50 por cento do risco cardiovascular" e "diminuição da incidência de osteoporose". A toma de hormonas diminui ainda a "incontinência urinária", a "atrofia vaginal, evitando problemas no acto sexual" e a "doença de Alzeihmer", observou Luís Sá.Fonte: LusaMNI- Médicos na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.