Aparelho mede glicose no sangue sem picada no dedo

Sangue é analisado por radiação infravermelha

09 maio 2007
  |  Partilhar:

Cientistas da Escola de Enfermagem da Universidade Politécnica de Hong Kong, China, anunciaram esta semana terem desenvolvido o primeiro teste indolor que mede a quantidade de açúcar no sangue, sem retirar uma amostra de sangue. Trata-se de um aparelho, do tamanho de um telemóvel, que emite uma forma fraca de raios infravermelhos que penetram na pele do dedo, atingindo a circulação sanguínea e fazendo a medição sem a necessidade da picada no dedo. Dos muitos componentes do sangue, os raios infravermelhos são capazes de identificar moléculas de glicose, através da frequência ou comprimento de ondas que emitem. O aparelho mostra a quantidade de açúcar presente no sangue em 10 segundos. "Há diferentes tipos de células nos vasos sanguíneos: glóbulos vermelhos, glóbulos brancos, outros componentes, proteína, glicose, colesterol, mas o nosso modelo selecciona apenas a glicose e mede os seus níveis", explicou em conferência de imprensa, a líder da investigação, Joanne Chung. A equipa é composta por 28 especialistas chineses e australianos--enfermeiras, médicos, engenheiros, engenheiros informáticos, assim como matemáticos—que trabalharam durante os últimos quatro anos no desenvolvimento do equipamento, tendo garantindo que o mesmo passou por cinco testes clínicos e consegue 85% de precisão. MNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.