Ao longo de um ano 5% dos fumadores deixaram o hábito

Dados do estudo sobre o impacto da lei do tabaco

29 janeiro 2009
  |  Partilhar:

A Direcção-Geral da Saúde (DGS) divulgou um estudo relativo ao acompanhamento estatístico e epidemiológico do consumo de tabaco em Portugal desde o dia 1 de Janeiro de 2008, data em que entrou em vigor a lei do tabaco.
 

 

Apesar de se tratar de uma lei recente, o estudo revela já alguns indícios de um efeito benéfico para a saúde pública.
 

 

Os resultados da avaliação demonstram que, desde a aplicação da norma, 5% dos fumadores abandonaram o hábito tabágico e 22% diminuíram o consumo, em média, em nove cigarros por dia.
 

 

Segundo os resultados do inquérito, 94% dos inquiridos consideram que a lei protege a saúde e 55% defendem que a lei não é uma penalização para os fumadores. Sobre o cumprimento da norma, 78% afirmam que a lei está a ser total ou moderadamente respeitada.
 

 

Por outro lado, a maioria dos inquiridos é completamente a favor da proibição de fumar em serviços de saúde (97%), em estabelecimentos de ensino (95%) e em outros locais de atendimento ao público (93%). Quanto à proibição de fumar nos locais de trabalho, 88% acharam a medida adequada.
 

 

A aceitação da lei do tabaco tende a ser menor quando se trata da proibição do fumo em locais de lazer: 80% dos inquiridos consideram-na uma boa medida quando aplicada nos restaurantes, e 78% têm essa mesma opinião sobre a sua aplicação em centros comerciais.
 

 

A restrição do fumo em bares, pubs e discotecas consegue a aprovação de 61% dos inquiridos.
 

O estudo teve por base uma amostragem aleatória, tendo sido utilizado como ferramenta de recolha de dados um questionário, aplicado ao domicílio, destinado a apurar as opiniões, as atitudes e os comportamentos da população com idade igual ou superior a 15 anos.
 

 

O estudo foi resultado de uma articulação entre a DGS e o Departamento de Epidemiologia do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.