Antropólogos descobrem restos de um dos hominídeos mais antigos
12 julho 2001
  |  Partilhar:

Uma equipa de cientistas descobriu na Etiópia restos de um dos hominídeos mais antigos até agora encontrados, segundo um estudo que foi hoje publicado na revista Nature.
 

 

Um grupo de especialistas, dirigido por Yohannes Haile- Selassie da universidade norte-americana de Berkeley (Califórnia), encontrou na região etíope de Middle Awash fósseis de um tipo de hominídeo que poderão datar de há mais de cinco milhões de anos (entre 5,8 e 5,2 milhões de anos).
 

 

Os fósseis encontrados são restos de dentes, mandíbulas e extremidades ósseas que podem ter pertencido a um dos primeiros exemplares da espécie dos "Ardipithecus", de cujo ramo são provenientes os hominídeos mais antigos que se conheciam até agora e que datam de há cerca de 4,4 milhões de anos.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.