Antimicrobiano ataca vírus e estimula sistema imunitário

Estudo publicado no “Journal of Investigative Dermatology”

08 junho 2009
  |  Partilhar:

Um prometedor agente antimicrobiano, o CSA-13, já conhecido por matar bactérias, consegue também matar vírus e estimular o sistema imunitário inato, de acordo com um estudo publicado no “Journal of Investigative Dermatology”.

 

O CSA-13 é um composto sintético que mimetiza as proteínas antimicrobianas que existem naturalmente no corpo humano. Estudos anteriores já tinham demonstrado que este composto se tinha mostrado eficaz contra uma grande variedade de bactérias.

 

Os investigadores do National Jewish Health propuseram-se a estudar o efeito do CSA-13 no combate às infecções provocadas pelo vírus Vaccinia, um vírus da mesma família do agente causador da varíola e que é utilizado nas vacinas contra esta doença. No entanto, os indivíduos com eczemas são susceptíveis a complicações fatais causadas por esta vacinação, conhecidas como eczema vaccinatum, que ocorrem quando o vírus Vaccinia infecta a pele.

 

Os investigadores, liderados por Donald Leung, descobriram que o CSA-13 demonstrava ser eficaz contra o vírus Vaccinia em três situações distintas. Quanto este composto era incubado directamente com o vírus, o CSA-13 matava mais de 96% do vírus. Por outro lado, quando o CSA-13 era adicionado às células que tinham sido previamente infectadas com o vírus Vaccinia, os investigadores observaram uma redução da expressão deste vírus, assim como uma maior taxa de sobrevivência das células infectadas. Por último, após terem infectado ratinhos imunodeficientes com o vírus Vaccinia, os cientistas aplicaram o CSA-13 na pele dos mesmos e verificaram que este composto reduzia o número de lesões causadas por aquele agente.

 

Adicionalmente, para além de terem verificado que o CSA-13 tinha um efeito directo na sobrevivência do vírus, também constataram que este composto estimulava as células a produzir as suas próprias proteínas antimicrobianas LL-37 e HBD-3.

 

Os cientistas revelaram à EurekAlert que o próximo passo será tentar perceber de que forma é que o CSA-13 estimula as células a produzir as suas defesas imunes.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.